Refletindo o Evangelho – Somente em Cristo encontramos a satisfação verdadeira

    Reflexão do Evangelho do dia 05/12/11 – (Lucas, 5,17-26)

    Jesus achava-se um dia numa reunião com os escribas e fariseus numa casa e, de repente, algo incrível começa a acontecer: ali, várias pessoas trouxeram um paralítico numa maca, para que o Senhor o curasse. Não havendo condições de entrarem no recinto, por este estar completamente lotado, nem existindo outra maneira de cumprirem a sua missão, os quatro homens, decididamente, levaram a maca até o telhado e, tirando as telhas, abriram um vão e a passaram, amarrada em cordas, descendo o paralítico diante de Cristo dentro da casa.

    Jesus sensibilizou-se e foi disse ao homem: “Meu amigo, os teus pecados estão perdoados”.Os fariseus e escribas começaram a pensar: “Quem é este homem que profere tais blasfêmias?” E Jesus, lendo os seus pensamentos, disse: “O que é mais fácil dizer, os teus pecados estão perdoados ou… Levanta-te e anda? Para que saibais que o Filho do Homem tem na terra poder para perdoar os pecados, disse para o paralítico: ‘Levanta-te, pega a tua maca e vai para a tua casa’”.

    Imaginemos o que aconteceu quando o povo viu o paralítico, que vivia havia 40 anos numa cama, passar carregando a sua maca nas costas e, gritando sem parar. Claro que aos olhos daquela gente foi um fato muito grandioso e até incompreensível.

    Como nós em nossos dias, se procurarmos seguir os ensinamentos de Jesus teremos a capacidade – com a ajuda da graça que recebemos desde o nosso batismo – de perceber a atuação do Espírito Santo de Deus, agindo no meio de nós em momentos sublimes de Sua ação, revelando-se por intermédio de acontecimentos iguais ou até maiores do que esse da cura do paralítico.

    Este fato, narrado por Lucas, quer nos mostrar que a perseverança, alicerçada na fé nas palavras de Cristo, nos torna capazes de presenciar milagres como aquele que os amigos do paralítico conseguiram provocar, não se intimidando com a dificuldade de introduzir a maca dentro do recinto em que o Messias estava.

    É essa a missão do cristão que tem fé, que crê em Jesus como Filho de Deus, que desceu dos céus para nos salvar. Por isso, Ele nos diz: “Se tiverdes a fé do tamanho de um grão de mostarda, conseguireis fazer coisas maiores das que Eu faço”.

    Hoje temos liberdade de expressão e de culto religioso. Ninguém pode nos impedir ou perseguir por proclamarmos a nossa fé. Lá, naquele tempo, os cristãos eram perseguidos, presos e assassinados pelos meios mais absurdos e dolorosos, a fim de desestimular os outros. Mesmo assim, eles permaneceram na fé do Salvador, e a Igreja, fundada por Jesus Cristo, está mais viva do que nunca no mundo inteiro, graças à coragem daqueles que continuaram inspirados na luz do Espírito Santo.

    Muitas vezes achamos difícil seguir as palavras de Jesus, mesmo nada havendo que nos proíba. Simplesmente somos impedidos pela nossa própria vontade, quando nos prendemos a uma existência fundamentada em princípios materialistas, visando às coisas criadas pelos homens, como o conforto, o dinheiro, a diversão, a “vida boa”. Tudo no sentido da satisfação pessoal, diferente daquela que Cristo nos ensina.

    Jesus nos dá esta satisfação verdadeira que tem de ser capaz de atingir uma família, uma vila, um bairro, uma cidade, um Estado, um país… O mundo inteiro até! Cristo morreu por todos, não foi só por aquele povo com o qual conviveu. Foi para a humanidade inteira o Seu sacrifício como homem, para que pudesse sentir as dores atrozes e sofrer, como Deus, para redimir todos os pecados que poriam a perder todas as criaturas do Criador.

    Não podemos acomodar a nossa vida só às coisas de que gostamos e queremos. É preciso saber aceitar, também, aquilo que não gostamos e não queremos, porque não conseguiremos fazer a vontade do Pai se só quisermos fazer a nossa vontade e não a vontade d’Ele.

    Espírito Santo, que nos cura interiormente, toca o mais íntimo do nosso ser, para que nós consigamos superar nosso egoísmo e sejamos capazes de levar os benefícios de Deus a quem necessita.

Padre Bantu Mendonça

Sobre Doutrina Católica

O Doutrina Católica é um espaço mantido por fiéis leigos da Santa Igreja Católica. Estamos cansados de tantos ataques externos e tanto desconhecimento também dos próprios católicos, por isso nossa intenção com o blog é divulgar e defender a Igreja Católica. Estamos abertos a discussão e a parcerias, ajude-nos a crescer!
Esse post foi publicado em Reflexão e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s