Formação : Ficha 13 – A Revelação Divina (1ª DV)

Constituição Dogmática DEI VERBUM

Sobre a Revelação Divina

Esta décima terceira Ficha dá início ao estudo da Constituição Dogmática Dei Verbum (DV) e aborda o Proêmio e o Capítulo I que se refere à Revelação de Deus à humanidade, em Cristo Jesus.

Esta Constituição foi um dos últimos documentos a serem aprovados, e a terceira Constituição promulgada pelo Concílio Vaticano II, assinada pelo Papa Paulo VI  e pelos Bispos Conciliares a 18 de novembro de 1965. É o mais breve documento, porém o que foi mais longamente discutido. […]

Ao dedicar uma Constituição Dogmática [1] sobre a Revelação de Deus, o Vaticano II quis mostrar, como já  o fizera na Sacrossanto Concílio (SC), que tudo na Igreja ‘gravita’ em torno de seu Senhor e que ela existe em função Dele; e que a Revelação de Deus é dinâmica, pois a cada dia Ele se revela à humanidade. Com isso, o Concílio quis ‘dizer’ ao mundo que a Igreja não anuncia a si mesma e tampouco é a Revelação. Ao debruçar-se sobre a relação entre Sagrada Escritura e a Tradição da Igreja, os padres conciliares quiseram dialogar com a sociedade e as ciências modernas e mostrar que a Igreja se atualizava, todavia, a DV insistiu em que a interpretação da Bíblia, fosse feita sempre em comunhão com a Igreja.

Proêmio

O Concílio Vaticano II, vem mostrar, através da Constituição Dei Verbum, que a bússola que orienta a Igreja é a Palavra de Deus, o Verbo de Deus, Aquele que pela Encarnação traduz, revela o Pai e se faz Deus-conosco. De fato, a Igreja funda-se sobre a Palavra de Deus, nasce e vive dela.

Para o cristianismo, Jesus Cristo é a Revelação, o rosto e a palavra de Deus, cheio de graça e de verdade que continua a se revelar no tempo presente. E mais, não é um Jesus qualquer, e não se trata de um personagem histórico, mas o Jesus Cristo real, vivo e vivificante: aquele crido, adorado, vivido e testemunhado pela Igreja. É Ele a Revelação!

Através da DV, o Concílio deseja que as palavras de Jesus Cristo ressoem, assim como ressoou nos apóstolos, em todas as pessoas de boa vontade que acreditam na possibilidade de um mundo melhor ou seja, a  Igreja entende que tem como missão tornar esta mensagem compreensível ao homem moderno (DV1).

Após 45 anos da promulgação da DV, a Exortação Apostólica Pós-Sinodal Verbum Domini (2010), de Bento XVI sobre “a Palavra de Deus na vida e na missão da Igreja”, afirma que toda a humanidade é colocada, cotidianamente, diante do mistério de Deus que Se comunica a Si mesmo por meio do dom da Sua Palavra.

A Revelação Divina

No prólogo do Evangelho de João lemos: “No princípio era o Verbo e o Verbo estava com Deus e o Verbo era Deus.” O Logos (o Verbo, a Palavra) existe desde sempre (Gn 1,1) e, desde sempre, Ele mesmo é Deus, e como o Verbo é Deus, Deus se dá a conhecer no diálogo do Filho com a humanidade, e revela-Se a Si mesmo em Jesus, desejoso de que os homens se tornem participantes da natureza divina por meio d’Ele, e tenham acesso ao Pai no Espírito Santo (Ef 2,18; 2Pe 1,4).

A DV explicitou a doutrina sobre a Revelação Divina e sua transmissão,não como ‘depósito de verdades’ estático, mas como a vontade livre de Deus de revelar-se ao homem, “para que, ouvindo o anúncio da salvação, o mundo inteiro acredite, acreditando espere, esperando ame” – Final do Proêmio.

Em síntese, a Revelação é uma iniciativa de Deus que independe dos homens e da Bíblia que, enquanto livro, tem um papel fundamental, mas não é mais importante que a Revelação do próprio  Deus, que é dinâmica e atual, e seu objetivo final é estabelecer a comunicação entre Deus e os homens. Poderíamos dizer que Deus nos deu um primeiro “livro” não escrito – a criação, a vida, a natureza, a humanidade – e, diante da dificuldade humana em interpretá-lo, Ele nos deu a Sagrada Escritura, o segundo livro, agora escrito, “um manual” para nos servir de Guia e nos revelar Sua vontade.

Ficha completa em : http://www.ambientevirtual.org.br/fichas-de-estudo/proemioerevelacao/

Fonte: Arquidiocese de Campinas.

Anúncios

Sobre Doutrina Católica

O Doutrina Católica é um espaço mantido por fiéis leigos da Santa Igreja Católica. Estamos cansados de tantos ataques externos e tanto desconhecimento também dos próprios católicos, por isso nossa intenção com o blog é divulgar e defender a Igreja Católica. Estamos abertos a discussão e a parcerias, ajude-nos a crescer!
Esse post foi publicado em Formação, História, Reflexão e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s