Polêmicas: Vaticano: Menina com Síndrome de Down presa por queimar o Alcorão não pode ler

Cardeal Jean Louis Tauran, presidente do Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-religioso no Vaticano defendeu a menina cristã com Síndrome de Down depois de ser presa acusada de queimar textos com passagens do Alcorão, no Paquistão, e disse que a pequena “não sabem ler nem escrever.”  Alguns relatórios de organizações humanitárias que trabalham na área, disse que a menor Rimsha Masih havia queimado documentos coletados de uma pilha de lixo, com a intenção de fazer fogo para cozinhar. Naquele momento, alguém entrou na casa e a acusou com sua família de queimar páginas contendo versículos do Alcorão. Falando à CNN, um oficial da polícia local, Qasim Niazi disse que havia cerca de 150 pessoas reunidas na sexta-feira onde vive a população cristã e ameaçaram incendiar suas casas. “A multidão queria queimar a menina a dar-lhe uma lição“, disse ele. Rimsha é “uma menina que não sabe ler ou escrever, que coleta de lixo para sobreviver , e que reuniu os fragmentos deste livro na sujeira“, disse o arcebispo sobre este caso que mostra o grau de intolerância dos muçulmanos para os cristãos. “Como a situação se agrava e se torna tensa, mais diálogo é necessário“, acrescentou. “Parece impossível que a menina tenha mostrado desprezo pelo livro sagrado do Islã”, disse então o cardeal Tauran. Esta não é a primeira vez que o Vaticano se pronuncia foi antes este tipo de caso. Ele também pediu a libertação de Asia Bibi, uma mãe católica de cinco filhos que ainda está na cadeia acusada de blasfêmia contra o Alcorão e condenada à morte, por uma acusação a qual ela sempre se declara completamente inocente. Neste caso, as esperanças de sair da prisão foram muito reduzidos após o assassinato do governador de Punjab, Salman Taseer, em seguida, o ministro das Minorias, o católico Shabbaz Bhati, quem lhe havia lhe oferecido ajuda. A lei de blasfêmia no Paquistão e outros países muçulmanos agrupa várias normas contidas no Código Penal diretamente inspirada na Sharia, a lei religiosa islâmica para sancionar qualquer ofensa de palavra ou obra contra Alá, Maomé e ao Alcorão. A ofensa pode ser denunciada por um muçulmano sem testemunhas ou provas adicionais e punição envolvem julgamento imediato e posterior condenação à prisão ou morte dos acusados. A lei é usada com frequência para perseguir a minoria cristã, que normalmente é explorada no trabalho e discriminada no acesso a educação e nos postos públicos. Em várias partes do Paquistão e na Europa já deram várias demonstrações para tentar salvar a menina, cujo caso será levado ao tribunal na terça-feira 28 de agosto. Paquistaneses na Itália prepararam um manifesto a fim de ser enviada ao presidente Ali Zardari, para que liberte Rimsha Masih. Para participar escreva  para : salviamorimshamasih@gmail.com

Irmãos, vamos rezar! É a perseguição aos cristãos! Senhor, dai força a seus martíres!

Fonte: ACI Digital, comentário DC.

Anúncios

Sobre Doutrina Católica

O Doutrina Católica é um espaço mantido por fiéis leigos da Santa Igreja Católica. Estamos cansados de tantos ataques externos e tanto desconhecimento também dos próprios católicos, por isso nossa intenção com o blog é divulgar e defender a Igreja Católica. Estamos abertos a discussão e a parcerias, ajude-nos a crescer!
Esse post foi publicado em Polêmicas e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s